Make your own free website on Tripod.com








Telescópios - mecânica e óptica

Medida de erro periódico














HOME | Lyot | Espelhos de Aluminio | PIcGOTO | PROJETOS 1 | ÓPTICA | DICAS | P.E. | PROJETOS 2 | LINKS | CONTATO





Como medir o erro periódico de sua montagem:




























pe.jpg

.






Um dos quesitos para a prática de astrofotografia principalmente de céu profundo, é que se tenha uma montagem estável e com o menor erro periódico possível.
A quantificação desse erro pode ser feita através de uma simples webcam colocada em foco primário no telescópio; e que a mesma esteja sem sua lente; tudo controlado por um software de aquisição de imagens com a função periodic error.
Existem alguns softwares que fazem isso, mas um que mais me agrada é o K3ccdtools que pode ser baixado inclusive em versão gratuita no site de Peter Katreniak:  http://pk3.org/K3CCDTools/ 
Procedimento inicial:
Depois de baixado e instalado o software e com a webcam  no foco primário do telescópio, que deverá estar com a montagem alinhada, abra o programa.  Nesse momento a webcam deve abrir sua janela de imagem; caso contrario vá no botão video capture e faça a seleção.
Em seguida em Options - Telescope&CCD menu settings coloque os dados do telescópio e se está usando barlow.  Se não estiver usando barlow deixe em 1,00x.Informe o valor da dimensão física do pixel de sua webcam, e deixe no modo 640 x 480 .
A maior parte das webcans VGA trabalha com pixel de 5,6 micron, mas caso você não saiba o da sua, procure descobrir com o fabricante ou em  outros sites de camera na web.
Se mesmo assim for difícil encontrar a medida, faça o seguinte:  Meça com um paquimetro o mais exato possível o tamanho do sensor ( em torno geralmente de uns 4 milimetros) mas atenção: muitos sensores usam só metade da área do chip para captar a imagem, sendo só preciso verificar se não tem um pequeno retângulo normalmente mais escuro em cima do chip. Se tiver, é só essa área que contém os pixels.
Após a medida divida o valor maior encontrado por 640, e você terá o tamanho aproximado de cada pixel em microns. Além de 5,6 microns existem outros valores compreedidos entre 3,0 e 9,0 microns,  isso para sensores VGA.
Feito isso, procure um objeto brilhante de preferência uma estrela que esteja acima de 45 graus. Coloque a imagem próxima a borda da webcam, e ajuste a posição da camera para a imagem ir se deslocando no plano horizontal da webcam, leste oeste.
Em seguida, ligue o motor de acompanhamento e centralize a imagem.Selecione no programa a função Drift Explorer. Deverá aparecer um retículo sobre a imagem.
Agora click no botão Target e click com o mouse a estrela. ( vai aparecer um retângulo em volta). Click em seguida no botão Log file para registrar todo o evento. As variações ficam registradas em arquivo texto no diretório do programa K3ccdtools. . As variações aparecerão em tempo real enquanto tudo é registrado no diretório do programa.
Se a montagem é do tipo rosca sem fim, deixe medindo pelo menos 3 períodos do parafuso.
Após o registro, abra o Excel, importe do diretório do programa K3ccdtools os arquivos de texto que aparecem como Drift 000...  e crie o gráfico de erro periódico.
Na página de Christophe Demeautis http://demeautis.christophe.free.fr/ep/pe.htm  podemos ver uma base de dados de várias montagens de conceituados fabricantes.